Me apaixonei por Montreal

Montreal foi minhas segunda parada da minha French-Canada Tour. Estava MEGA ansioso para conhecer a cidade porque era um dos destinos que mais queria conhecer na vida.
O trajeto de Quebec até Montreal foi bem rápido, em torno de 2hrs. Aliás, todos fomos dormindo porque chegamos super tarde de uma balada em Quebec. Saímos do Hotel MEGA cedo e paramos para tomar café em um Tim Hortons na estrada. Meu coração bateu mais forte quando chegamos em Montreal e passamos pelas ruas residenciais. A cidade é linda!
Nossa primeira parada foi no Estádio Olímpico de Montreal. Foi um sacrifício conseguir uma foto no pódio, mas deu certo.
De lá fomos direto para o nosso Hotel, que ficava SUPER bem localizado (Guy Street). O Check In estava lotado. Pegamos nossas chaves e subimos. Me APAIXONEI pela vista. Minha experiência ficava cada minuto melhor!
Largamos tudo por lá e fomos direto para a Basílica de Notre-Dame. Não parava de me apaixonar pela cidade. A praça da Basílica também estava cheia de turistas. A arquitetura da igreja é incrível. “A basílica de Notre-Dame de Montreal é uma das mais preciosas construções do patrimônio religioso do Quebec. Sob a guarda da companhia dos padres de Saint-Sulpice, à época senhoria da Ilha de Montreal, a igreja passou por várias etapas de construção”.
Ainda era cedo, mas CLARO que o gordo aqui já estava chorando de fome no ouvido dos outros, não é mesmo?
Em busca de um restaurante encontramos uma loja muito fofa de ursinhos de pelúcia. Todos tiveram que aguentar todo o meu owwwwwwn....
Andamos um bom pedaço, morria de amores a cada esquina (pela cidade e pelas pessoas lindas da cidade) e chegamos no Centre des sciences de Montréal, que fica pertinho do píer. Por lá eu achei uma lojinha de comidas japonesa  e me joguei no sushi.
De lá continuamos com nosso Walk Tour e fomos em direção a um ponto de encontro no centro da cidade. As ruas de Montreal são uma gracinha. Ao mesmo tempo em que você vê arquiteturas histórias, há várias construções super modernas. Todo esse contraste com um super toque europeu. Maravilhoso!
Chegando no Champ de Mars eu parecia uma criança correndo de um lado para o outro naquela grama verdinha cercada de construções it castelos.
A vista do Champ era divina. Contraste da cidade com o verde, além de ser uma parte alta. Antes de voltar para o Hotel foi hora de COMPRAS!
Demos uma volta na   Rue Sainte-Catherine Ouest, uma rua CHEIA de lojas bacanas e que ficava muito perto do nosso hotel.
Como eu já disse MIL vezes nesse post, a cidade é LINDA. A cada esquina que eu andava eu ficava BESTA. Essa igreja maravilhosa ficava em uma rua cheia de prédios modernos.
No caminho adivinhem o  que eu encontrei? STARBUCKS! E dessa vez eu fiquei surpreso. Vi meu primeiro Starbucks escrito em Frances. Meus olhinhos brilharam. Por ser um estudante de Marketing e eterno amante no modelo de negócio do Starbucks, eu fico apaixonado por essas coisas diferentes. Claro que eu entrei pra conferir todos os detalhes.
Depois de quase chorar para pedir uma bebida em francês, achei que estava MEGA doce e falei para a atendente. Ela jogou minha bebida fora e fez outra. Starbucks, eu te amo.
A saga de compras ainda durou muito. Passamos por uma loja da Apple e eu queria muito comprar outro iPhone, mas estava LOTADO. Desisti.
Andamos, andamos e compramos. UFFA!! Chegamos no Hotel depois de um dia longo em Montreal. É hora de tomar banho para jantar.
Fomos em uma rua CHEIA de restaurantes alí pertinho do Hotel. Como chegamos depois das 21hrs, os restaurantes estavam lotados. Conseguimos mesa em um bem bacana. Eu comi Hamburguer e Fritas.
Eu não tenho palavras certas para descrever como essa viagem foi especial. Primeiro porque eu realizei um sonho muito antigo de conhecer a cidade. Montreal é romântica, linda, badalada, apaixonante, charmosa... Um dia foi muito pouco: eu quero muito voltar para Montreal para conhecer muito mais. Deixei muita coisa pra trás e eu espero passar dias incríveis por lá. Montreal, me espere que eu vou voltar!